segunda-feira, 2 de abril de 2012

assim são meus pedidos

Tenho total confiança na força das coisas boas, dos momentos intensos e da garantia que os ventos buenos sempre hão de soprar. Por isso,  acredito no destino. Ou na maneira sintonizada com que tudo acontece e que eu (e mais um monte de gente) nomeia assim.

Comecei a primeira manhã deste 2012 chegando em casa ao nascer do sol e com aquele friozinho fantástico abrilhanta os retornos de festas. Naquela manhã que estava um tanto sonolenta, dispensei a cama e parti pro sofá da sala e ali aproveitei um dos melhores momentos do dia que ainda era novo... comecei o primeiro dia do ano novo num domingo de Janeiro, mateando com o meu pai e assistindo ao Galpão Crioulo. 



Eis todo o encanto das coisas que não se podem medir, as delícias dos instantes efêmeros e das combinações de resultados. E é em razão disso, que insisto em apostar alto na esperança. Já não é mais manhã, Janeiro se foi há tempos e meus domingos de manhã andam reservados pros sonos pesados. Mas me surge agora um Abril que já me soa doce e cheio de promessas a serem realizadas.

Os desejos me parecem os mesmos que tive por Janeiro e, que bueno, as pessoas que me rodearam por lá...também serão meus abrigos agora. Quero disposição e um coração livre para ser querência para todas elas também. se não for pedir muito, me mande mais sorrisos e alento.

Gracias!

2 comentários:

Está convidado a traficar palavras comigo!