sexta-feira, 1 de novembro de 2013

das tantas tentativas de ser mais


Quem de nós sabe o que é? Quem acorda e já tem o seu dia programado? Ok, pior que eu conheço gente assim...que sabe os passos que vai dar, onde e quando. Poxa...desculpem-me, mas vocês são uns chatos. Todos vocês!

Graças às boas coisas desta vida, eu não sei muita coisa. E, por vezes, faço toda a questão de não saber nada. Busco as cochias, porque não nasci para os holofotes. Meus dias são de total inconstância, e aaaaaaahhhhh...como são bons, como são divertidos e como me fazem melhor. Não, eu não desisti de ser um encanto, não me escondo (bem ao contrário) me mostro como posso e como acho que sou. 

A sorte disso tudo é se jogar, viver e acreditar que podemos ser versões melhores de nós mesmos. Carrego o meu coração na mão e meus olhos abertos para poder me surpreender com tudo e ter a delícia de querer o ápice de tudo, já resolvi que quero me jogar em tudo e daí vou descobrindo as infinitas possibilidades de se divertir.

Se passei pelos caminhos mais incríveis e aguentei as pessoinhas mais desagradáveis, foi pelo fato de querer experimentar e entender que a vida é isso...um amontoado de coisas que a gente tem que encarar pra saber ser um tanto mais forte.

Um comentário:

  1. Texto maravilhoso, amo ler o que escreves, sinto que faz com a alma e o coração!!
    Saudades!!!

    ResponderExcluir

Está convidado a traficar palavras comigo!