quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Muito prazer, eu tenho medo!

   Quando conhecemos uma pessoa queremos sempre saber do que ela gosta e quais são seus sonhos. Mas não perguntamos sobre os seus medos.
   Ao conhecemos nossos namorados, na praia ou num café, em meio às questões sobre o signo, a profissão ou se gosta de tal música, porque não perguntamos: “do que você tem medo?”. Nos almoços em família, quando todo mundo está conversando sobre as férias, o emprego e o casamento da amiga, porque não levantamos a voz e perguntamos o que aflige cada um?
   É estranho, mas saber dos medos dos outros não soa muito bem. Nunca me perguntaram o que me assusta, seja de dia ou de noite. Os medos parecem ser eventos particulares que só são divididos para serem superados. Quem, além de ti, sabe o que te assusta?
   No meu orkut, twitter ou msn não está estampado: sou jornalista, gosto de livros e tenho de medo de palhaço. Sim! Eu tenho medo de palhaços. O nome disso é Coulrofobia. É assim desde que eu era criança, e se agravou quando fui levada a um circo e estive com aquela figura apavorante na minha frente. Aquelas cores, o sorriso vermelho inerte, a tristeza que todos escondem atrás daquela maquiagem. Aquele senso forçado de divertimento. 
   Eu não tenho medo das pessoas, ou melhor, do que  se pode enxergar nas pessoas. Minha única restrição é essa, pessoas que se vestem de palhaços.
   Ninguém me tira da cabeça que aquela risada, os sapatos de tamanho descomunal, os cabelos coloridos e a incrível vontade de se fazer notar não são coisas pra se assustar! Não, não sofri nenhuma influência dos filmes de terror. Meu medo vem bem antes disso. Mas não discordo que os palhaços sejam ótimos vilões!
   Palhaços não me fazem rir. Quando eu era menor, faziam chorar e correr de medo. Hoje, eles são pra mim criaturinhas de quem eu só quero estar longe. Aniversários com decoração de palhaço eu já fico assim, assim. Não acho bonito, muito menos engraçado. Acho de mau gosto. É como se enfeitassem a festa com desenhos de, sei lá... a Mula-Sem-Cabeça!
   Mas o que é o medo? O que pode aterrorizar uns, para outros é um prazer. Muita gente se espanta só de ouvir histórias de vampiros. Eu adoro ler histórias de vampiros, sempre adorei. Quando tinha cinco anos a minha diversão na TV pelas manhãs, era o Show da Xuxa ou os desenhos da Luluzinha. Mas de noite, eu ficava encantada pela novela Vamp.  O que foi evoluindo para a leitura de livros como os da Anne Ricce, André Vianco e Bram Stoker [tudo muito antes de Edward e Bela, entendido?].
   Enfim, os medos são relativos. Há quem tema palhaços e ache vampiros algo divertido. A questão é que as vezes escondemos isso, só pra gente. Será medo de mostrar o quão vulneráveis e bobos somos? Pode ser sim. Montamos a nossa fortaleza e nos preparamos para encarar o que nos intimida sozinhos. Ou então nos refugiamos tanto para não lutar que acabamos maquiamos nossos medos.
   E você, tem medo do quê? Descubra!

7 comentários:

  1. Eu seiii do que tu tem medooo! ahahaha
    Eu não tenho medo de palhaço. eu tenho medo de uma candidata a presidencia... ai ai!!
    tu esqueceu de falar que quando a gente conhece alguém pode perguntar "QUE SABOR DE SORVETE TU GOSTA?"

    eheheh
    love youu

    ResponderExcluir
  2. taaanta coisa que me assusta mesmo.
    ah pois, o da candidata com cara de 'cachorrinho de taxista' é o terror ;P

    o papo do sorvete sempre funciona, ou não! o.O

    ResponderExcluir
  3. Vale dizer → citei os vampiros só como comparação a uma coisa que assuta mta gente a outra que diverte outras tantas [palhaços].
    As histórias, da maneira que são contadas, é que me fascinam. Não os dentuços!
    hahaha

    ResponderExcluir
  4. Muito,legal o texto,parabéns,as vezes as pessoas,tem vergonha de fala,não só seus medos,e que a nossa sociedade julga sempre,assim o julgamento que ela pode acaba fazendo da gente que faz escondermos em certas mascaras.

    PS:sou ator e interpreto um palhaço,numa peça, realmente, e estranho fazer esse papel,afinal,as brincadeiras e tudo ensaiado,e tudo mais,não e a aquela mesma coisa que das palhaçadas das rodas de faculdade,por mais bom qu seja o ator,realmente da um certo panico em mim,quando faço esse papel...hehe

    ResponderExcluir
  5. Eu tinha medo do Dom Pedro primeiro! o.o'''

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho medo (até hoje) do Professor Tibúrcio! Lembra?! hahahaha

    ResponderExcluir
  7. Ah Carol, eu tbm!
    Marcelo Tas versão normal é beem melhor!
    Mas pensando bem, aquela maquiagem do Profº Tibúrcio tinha um 'que' de palhaço! =x

    bjs :Þ

    ResponderExcluir

Está convidado a traficar palavras comigo!