quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

deixe-se molhar

Chuva, tenho minhas restrições quanto a esta marota. 

No inverno, me tranca em casa ou dificulta meu trabalho. Como sair por aí para fazer minhas entrevistas enquanto o mundo tá indo a baixo em forma de água e vento. No verão, me deixa muito tensa...tá lá aquele sol, a piscina [quando há], a gente querendo curtir um bronze ou só mesmo apreciar o sol, e eis que chuááááá. Cai água do nada, sobe um bafo e nos manda de novo pra casa.

Como não sou as florzinhas, as plantinhas, os animaizinhos ou as plantações... posso me dar ao direito de por vezes fazer cara feia pra chuva.   

Outra coisa que me não entra na cabeça, é essa coisa que tanta gente diz ser mágica: dormir com o barulho da chuva. DORMIR? É isso mesmo? Como uma alma consegue descançar com os raios, trovões, o vento e aquele barulho irritante de água caindo. Eu durmo com o som da brisa, com os pios dos passarinhos quando a chuva termina e com o som natural das conversas e passos nas calçadas. E não com chuva, que só me desperta do meu sonho e me deixa alerta.

Tá, não queimem meu guarda-chuva agora. Mas só tem uma coisa mais fora das conveniências do que o barulho de chuva. Que é o cheiro da chuva. Ah vá! Vamos esclarecer uma coisa, o que acham tão esplendoroso e as vezes dizem aos suspiros "nossa, eu amo cheiro de chuva.. é tão natureza". Claro que é, pessoa: é cheiro de terra molhada. E o que é terra molhada? É barro. Vai me convencer agora que cheiro de barro [ou de lama] é bom!? Neem!

Mas, se tem uma coisa que me desarma, é tomar um banho de chuva numa tarde de calor. E hoje eu tive esse momento. Tirei as sandálias e corri pro meio da rua. 

Água gelada e pingos grossos. Uma pancada de chuva que caiu por quase 15 minutos, que mal teve tempo pra deixar a terra a molhar ao ponto de ficar com cheiro de barro. Uma chuva minha, sem tem essas bobices de cheiro de terra molhada ou barulhinhos. Uma chuva pra molhar e dar vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Está convidado a traficar palavras comigo!