domingo, 31 de outubro de 2010

distante da jogada


  É hoje meu povo e minha pova [como diria um político afeito aos colóquios populares], que iremos novamente às urnas escolher quem ficará a cargo da Presidência do Brasil pelos próximos quatro anos.

  Todos os brasileiros estão se movimentando para que neste domingo o seu voto valha à pena: 
  • Os pró-Serra estão motivados com a ideia da virada nas urnas.
  • Os pró-Dilma, pelo que ouvi, já cantam vitória.
  • Os do time da Marina, apoiaram o 45 ou o 13. E há aqueles que defendem o Branco como alternativa ao Verde.
  • Os indecisos tiveram uma mãozinha da Sabatina com nome de Debate que a TV Globo promoveu na sexta-feira. Mas também, uns continuam perdidos no meio de tantas propostas [ou desapontados com a qualidade delas].
  • E por último. O grupo onde me encaixo no momento atual: os que vão justificar a ausência.
  Se bem que, a nossa motivação em sair de casa é mesmo para não ter que pagar uma multa por não ter ido votar.
  O meu caso é mesmo por não estar na minha zona eleitoral, que é Santa Maria. Passei os dois turnos desta eleição em Três de Maio, trabalhando.
  E é engraçado isso. Por um lado, tou fora da jogada eleitoral já que não posso apertar o CONFIRMA. O meu papel é só assinar a folha da justificativa.
  Mas por outro lado, o fato de estar cobrindo as eleições para o jornal, faz com que eu me torna mais participativa da votação. mais do que muita gente que fica cara a cara com a urna eletrônica. 
  Bueno, já que é assim. Bom voto a todos. CONSCIÊNCIA, meus amigos. Votem com o coração e sempre tenham o desejo crescer e de melhorar!
  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Está convidado a traficar palavras comigo!