quinta-feira, 28 de abril de 2011

na hora do fogo

Sabe quando você em casa, já vestida com o pijaminha, fazendo a sua janta e crente que vai dormir logo, logo? Pois bem... a minha noite tava correndo assim até que o fogo pegou. E digo isso literalmente. O fogo pegou de verdade na quadra vizinha de onde moro. Um incêndio [cuja causa ainda está sendo apurada] consumiu uma casa que estava sem moradores, mas que servia de depósito de móveis e objetos de decoração da dona que reside em outra cidade. Mesmo fazendo vizinha com uma outra casa de madeira e com uma loja de móveis, o fogo não se alastrou e foi contido, depois de quase 2horas pelo Corpo de Bombeiros.

Da minha janela ouvi os barulhos e via a fumaça, mas como a casa fica na frente da Praça da Igreja pensei que eram fogos de artifício que o pessoal por vezes solta dali. Mas a fumaça estava muuuito forte. Vesti a primeira roupa que vi na frente [e dps de chegar lá vi que muitas pessoas nem se preocuparam com isso e exibiam seus pijamas pela rua]. A galopasso vi outros tantos correndo em direção ao fogo. Nunca presenciei um incêndio. E posso dizer que um pouco do meu tremilique não era só culpa do frio. Bueno, as chamas das fotos falam por si:

2 comentários:

Está convidado a traficar palavras comigo!