segunda-feira, 21 de março de 2011

pétalas à distância

evito as flores, pois ainda mal sei cuidar de mim.

elas são como filhos radiantes e coloridos com os quais não sei lidar.

prefiro que fiquem em seus jardins, nas suas árvores e nas casas alheias.

são os pequenos bebês, rechonchudos e rosados, coisas lindas de se olhar... mas são amáveis assim por não sermos nós a cuidá-los.

3 comentários:

  1. Fortes e belas suas palavras.
    Abração!
    Berzé

    ResponderExcluir
  2. Sabe que isso de ser como filhos e requerer muito trabalho e cuidado é verdade, mas vale a pena olhar para as flores e saber que, se estão lindas foi pq vc plantou, cuidou e agora desfruta da beleza e tranquilidade que elas trazem. Amo flores, e amo cuidar delas :D

    ResponderExcluir
  3. esse é um dom que não me pertence. mas, como disse, adoro ver flores nas casas dos outros e como dão certo. :)
    enquanto isso me ajeito com as de plástico e com os cactus.
    falando nisso, Glécia... tu tbm tem uma quedinha por essas plantinhas espinhentas e adoráveis!

    ResponderExcluir

Está convidado a traficar palavras comigo!