segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Fanatismo

Bem fortes, sem gelo e quase sem nada de açúcar. É assim que peço as minhas poesias. Mas como eu poderia enquadrar uma poesia no setor ‘forte’? Poesia forte é poesia com drama. Se tiver uma aura trágica já me causa delírios.

Ah, uma poesia forte tem que ter um conteúdo arrebatador. Ok, falar sobre a natureza é bonitinho, as cores, os sabores... mas isso ainda é não conquista. Nada sobre um amor perdido, nem todos os amores duram pra sempre, e mesmo assim esse enredo fica mais interessante quando são contados em histórias ou mitos. 

 
Lida, a poesia carrega em suas letras o peso da mão do poeta. Cada construção textual vibra quando os olhos batem no papel, no livro ou na tela. É como, se a cada passada de olhos os “ais” e os “ós”, gritassem de prazer e de dor. 

Poesia, para ser impactante, tem que chocar! Isso é o mínimo que se pede. O choque pode ser um doce deleite da alma ou então uma grosseria para os olhos. Esse amontoado de letrinhas dispostas em versos e rimas pedem, de quem as lê, um coração ofegante.

Declamada, ela exige uma interpretação que tenha olhares dançantes, mãos que deslizem o ar ou que se encontrem umas nas outras. Pede impacto na voz: alteradas ou sussurradas eles eternizam o momento. As letras, que se amplificam no som, querem sair correndo da boca de alguém pra se perderem por aí.

Vontades que se extrapolam. Queremos ser o poeta, ou a poesia. Temos desejo de pertencer ao movimentado espaço poético. Porque queremos, fanaticamente, sentir!
 
-

3 comentários:

  1. "...querem sair correndo da boca de alguém pra se perderem por aí."
    Perfeito !
    Exatamente o que eu penso !
    Eu sou tão velho que fui duma época de ir a recitais de poemas...viajava a P. Alegre para assistir aos maiores declamadores do país no Teatro São Pedro.
    Não falo isso publicamente porque hoje isso seria motivo de internação urgente no Hospital Neuropsiquiátrico...rssssss
    Parabéns ! Adorei teu blog !

    Beijo
    James Bond+

    www.professorpizarro.blogspot.com
    www.antesqueanaturezamorra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Buenas!
    Que ótimo que te indentificaste com o que escrevi.
    E, por favor, isso de ir atrás de cultura não é motivo nenhum pra se internar. Não, não.
    É verdade que hoje esse fluxo não é tão intenso assim, mas ainda há os que se movem atrás de coisas boas. Isso é de quem sabe o que quer!
    Mas acho que mudou um pouco pq não é só os grandes centros que detem mais a cultura, ela está espalhada agora e beem mais acessível. Um deleite pra gente.

    Tá convidado pra voltar sempre aqui.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. eu gosto que tu escreve prosa com linguagem poética... =] hihihi

    ResponderExcluir

Está convidado a traficar palavras comigo!