domingo, 7 de novembro de 2010

Páginas de alô

   Colocaram um livro por debaixo da minha porta. 
   Como assim!? Mas que raios de livro é esse pra passar debaixo da minha porta?
   Não. Pra minha eterna tristeza não são almas boas e letradas que andam distribuindo livros por baixo das portas desconhecidas.
   Era uma lista telefônica!
   Peguei aquilo e fiquei pensando: “Mas pra que que eu preciso de uma lista telefônica?”
   Como é que um item tão importante parece que está ficando obsoleto? Na casa dos meus pais tem uma lista telefônica que tem tantas anotações e endereços sublinhados que poderia contar a história da minha família, ou ao menos para quem ligávamos. Pra tudo se recorria às folhinhas.
   Hoje é só digitar alguma coisa no celular que, voilá! Ou então requisitar o que tudo sabe e tudo informa: Google! Até a própria lista telefônica foi parar na Internet.
  Mesmo assim, deixei a minha bem guardada. Pode acabar a bateria do celular ou a minha conexão de Internet me deixar na mão, mas aquelas páginas fininhas vão estar sempre ali.  
  Se bem que, ainda acho uma confusão achar algum número ali!

4 comentários:

  1. A Lista Telefônica é daqueles objetos que, assim como o vinil e a máquina de escrever, ficarão guardados em lojas de coisas antigas e nos lugares mais recônditos da nossa memória.

    Já tão falando que até o CD, que há pouco tempo era quase unanimidade, já está ficando obsoleto.

    ResponderExcluir
  2. O surpreendente foi a lista telefônica conseguir passar embaixo da tua porta(hehehe). Êta "portita" alta, hem? Cuidado para que não entre cobras e lagartos por esse vâo(rsrsrs).Bjs.

    ResponderExcluir
  3. É, sem falar que depois de um ano já desatualizou todos os telefones! Ainda prefiro apelar para a internet e, se ela falhar, o telefone fixo, e, se a luz faltar, o celular, e, se a bateria acabar... aí fudeu! xD Hihihihi! Maaaas, lista telefônica nunca é demais! =D E é mais fácil pra quem quer passar trote, MUAHAHAHAHAH! Bjs, Bárcia Bárcia!!

    ResponderExcluir
  4. A lista era fininha mesmo. Só com telefones comerciais, então passou por debaixo da porta! haha

    É verdade, o CD já não é mais o bambambam, o que até tempos atrás era só domínio do vinil tbm.
    Evolução ou substituição, o jeito é esperar que tudo melhore pra gente. Mais praticidade e qualidade!!!

    ResponderExcluir

Está convidado a traficar palavras comigo!